Foto Colunista

POR Raul Mateus

Seu blog morreu!

Colunas / 07.06.16

Antes de tudo, queria deixar bem claro que sou um consumidor descontrolado de tudo que tem de melhor nessa internet de meu Deus.

Até meados de 2014, os blogs abocanhavam as principais verbas publicitárias da internet.

Hoje, não mais.

Sites como o Medium e Bárbara Hellen, que funcionam como um hub de conteúdos, hoje, são tendências.

O internauta perdeu o interesse por acessar blogs específicos, preferem ter todos os conteúdos na palma da mão, sem ter que acessar blog por blog.

Não é atoa que grandes paginas como Lucão e Precisava Escrever fazem mais sucessos em seus perfis nas redes sociais.

Hoje, a pessoa que está entediada no trabalho, não acessa mais um blog para passar o tempo, acessa uma rede social ou algum agregador de conteúdo.

Analisando esse comportamento dos internautas, cheguei a uma conclusão: o formato tradicional de blog morreu.

Por quê? Veja…

Se as pessoas não se interessarem, seu blog não vai há lugar algum.

Quantas vezes, você, que tem blog, suou o mouse compartilhando com amigos e redes sociais seus links para serem convertidos em leads para seu blog? Várias, né?

Convenhamos, tem coisa mais chata que isso?

Dificilmente esse conteúdo empurrado goela abaixo será interessante para esse internauta ao ponto de ser convertido em leads ou share.

Enquanto isso, gif’s de House Of Cards e vídeos de “serumaninhos” vão roubando os acessos e compartilhamentos do texto que você fritou o cérebro para escrever.

Complicado, né? Mas tenho certeza que, se você produz esse tipo de conteúdo, passa por isso a cada texto que escreve.

As pessoas querem seu conteúdo, não seu blog.

Diariamente, diversas plataformas como o Medium surgem por aí, com o objetivo de se oferecer o bem mais importante para qualquer blogueiro ou escritor: acessos/leitores.

Esse tipo de plataforma já atrai milhares de usuários pelo mundo que estão em busca de um único objetivo: ler alguma coisa.

Nesse novo formato, seu conteúdo tem uma visibilidade maior, pois já existem uma grande quantidade de usuários cadastrados e a chance de você captar novos leitores são maiores que em pesquisas do Google, por exemplo, pois sua publicação aparecerá no feed de diversos usuários automaticamente.

Comunidades facilitam a criação e distribuição de conteúdos.

No Medium, qualquer pessoa pode escrever e, em seguida, publicar e compartilhar com milhares de pessoas, sem trabalho algum.

Se o leitor achar interessante, têm a opção de seguir seu perfil para acompanhar os conteúdos futuros.

Se não, sinto muito, vida que segue…

Esses são apenas alguns aspectos que devemos analisar e que influenciam para a morte do formato tradicional de blog.

Um mundo está mudando, e o formatos de consumo também.

Não é de hoje que digo isso: Adapte-se ou morra.

______________

Raul Mateus é publicitário, atua nas áreas de Marketing Estratégico e Negócios. Escreve coisas aleatórias e sem sentido, com leves erros ortográficos.

__________________________________________________________________

Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do Site BH. Possibilitamos que o leitor conheça opiniões diversificadas sobre os assuntos em pauta nas mídias sociais. Sempre iremos expor visões diferentes para que o leitor se questione, questione o mundo ao seu redor e, principalmente, corra do senso comum. Quer ver o seu texto por aqui? Mande para redacaositebh@gmail.com

Deixe uma resposta

*

ARQUIVOS

BH NO INSTAGRAM

FOLLOW @BARBARAHELLEN

BH NO FACEBOOK

www.000webhost.com