Foto Colunista

POR Andressa Valadares

Carta para mim

Colunistas / 05.08.15

(Trilha sonora: Dancing with Myself – Billy Idol)

*Querida Eu Mesma,

Hoje você tem 15 anos e certezas absolutas na vida. Não é por nada não, mas para com isso. Vai chegar uma hora – e não vai demorar muito, confie – que a única certeza que você vai ter é de como estava errada sobre 99% das coisas em que acreditava. Calma, não vai ser algo ruim. Na verdade, é isso que vai te impulsionar a ser alguém melhor (e mais madura).

Sabe esse aparelho nos dentes e todo esse problema de visão? Vão te acompanhar até os seus 22 anos. Quanto ao aparelho, a única coisa que tenho a te dizer é: paciência. E, ah, procure um dentista menos ‘enrolão’. Quanto ao problema de vista, sai da frente desse computador e para de forçar a visão durante as aulas. Sei que é difícil e maçante, mas tenta sair do fundão e sentar um pouco mais nas fileiras da frente na escola.

Sobre o seu senso de humor, hahahahaha. Você continua sendo uma completa idiota, no melhor sentido da expressão. Mantém isso aí. Não deixa o amargo da vida te afetar. Continue rindo de si mesma. Você também se tornará um pouquinho mais sádica e levemente irônica. Tem gente que vai amar isso e outras pessoas não. Mas, você nunca se importou com o politicamente correto, não é mesmo? Então, go and get it!

Sabe todas essas roupas grandes e folgadas que a sua mãe sempre te obrigou a usar? AGRADEÇA A ELA. Inconscientemente, ela te ajudou a ter a cintura no lugar e nenhuma marquinha indesejável nesse corpinho esbelto.

Por falar em roupas, você se tornou uma pessoa mais feminina. Contudo, continua se vestindo como uma adolescente vez ou outra, pois conforto é tudo. Ahhh, para de comprar salto alto. Eles vão ficar amontoados e esquecidos no seu guarda-roupa e você nunca irá usá-los. Não liga se sua mãe disser que toda mulher precisa de um ‘saltinho’. Você não é toda mulher e, além disso, tem 1,75 de altura, ok?

Você nunca ligou muito para a opinião alheia. E até hoje não liga. Parabéns! Você aprendeu direitinho a lição de que, no fundo no fundo, a vida é sua e dela você faz o que quiser. Quanto mais você sabe quem você é e o que você quer, menos as coisas ao seu redor vão te incomodar.

Para de se cobrar tanto sobre o seu futuro. Você não se tornará uma grande médica. Tampouco uma renomada cientista social. Você será jornalista e, sempre que perguntarem para o seu pai qual é a sua profissão, ele responderá: “fazer fofoca por aí”. Boa sorte!

Ah, você vai descobrir também dois grandes amores. Um será o seu primeiro namorado e o outro um programinha chamado Netflix. Não sei te explicar, espera para sentir <3.

Para finalizar, até você chegar aqui, o caminho vai ser longo. Mas, tenta não focar tanto na linha de chegada e aproveita a estrada e suas possibilidades. Muita coisa boa vai acontecer. Muita coisa ruim também, mas não vou te falar o que, pois você deve aprender com seus erros e não evitá-los. Mas, fica esperta. Você vai se distanciar de alguns amigos e seu coração será quebrado algumas vezes, de diferentes maneiras. Também vai magoar os outros, pisar na bola e se arrepender. Faz parte.

P.S: Para de comer tanta fritura; seja sempre verdadeira consigo mesma; e não desiste da academia, por favor.

Com amor próprio,

Andressa (sete anos mais velha).

*Texto inspirado na campanha Dear Me, lançada pelo Youtube no Dia Internacional da Mulher deste ano. Se hoje você tivesse a oportunidade de voltar no tempo e ter um encontro com uma versão sua alguns anos mais nova, o que você diria? Quais conselhos daria para aquela pessoa bobinha, inexperiente e cheia de sonhos que um dia você foi (ou ainda é)? Deixe aí nos comentários 😉

________________

Andressa Valadares é jornalista e socióloga de botequim. Acredita no delírio cultural em massa de que a aparente posição do sol, relacionada com as constelações na hora do seu nascimento, de alguma forma afeta sua personalidade.

___________________________________________________

Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do Site BH. Possibilitamos que o leitor conheça opiniões diversificadas sobre os assuntos em pauta nas mídias sociais. Sempre iremos expor visões diferentes para que o leitor se questione, questione o mundo ao seu redor e, principalmente, corra do senso comum. Quer ver o seu texto por aqui? Mande para redacaositebh@gmail.com

Seja o primeiro a curtir.

Uma resposta para “Carta para mim”

  1. Diria pra priorizar mais ainda amizades e família, para nunca (nunca) deixar que os outros a convençam que fugir dos esteriótipos é ruim, para amar, mas não ter isso acima de seus sonhos e prioridades (especialmente as profissionais), para curtir mais ainda cada momento com sua avó e para se orgulhar das escolhas que fez nos momentos críticos, contra tudo e contra todos e que sim ser mãe seria a melhor escolha, ainda que difícil…

Deixe uma resposta para Hirllany

*

ARQUIVOS

BH NO INSTAGRAM

FOLLOW @BARBARAHELLEN

BH NO FACEBOOK

www.000webhost.com