Foto Colunista

POR Bárbara Hellen

Vida pós-morte

Colunistas / 01.07.15

Você acredita em vida pós-morte? Eu acredito. Mas acho que, de alguma maneira, não aprendemos direito o que é essa tal “vida pós-morte”. Digo isso porque cada vez que alguém morre, seja ele famoso ou não, sentimos uma tristeza que vai além da saudade que vamos sentir daquela pessoa por ela não estar mais entre nós. É a tristeza da falta de fé nessa “vida pós-morte”.

Percebemos essa falta de fé em nossa busca por culpados, alternativas (“e se ele tivesse ido de avião?”) e por nossas lamentações (“ele tinha tanto a viver”). Será que tinha como ser diferente? Li alguma vez na Bíblia, em alguma passagem que não vou saber agora, que tudo que acontece aqui na terra tem a permissão de Deus. Então, a hora de morrer também não seria escolhida de acordo com os propósitos Dele? Entendemos isso, mas pouco aceitamos.

Na verdade, nossas inquietações vêm por coisas muito menores. Ficou doente? É olho gordo. Perdeu o emprego? Alguém me sabotou. O cachorro morreu? É culpa do veterinário. Todas essas justificativas são explicações que aceitamos para tudo aquilo que não temos a capacidade de explicar. É a nossa maneira de dizer que temos algum controle, ainda que pouco, sobre a nossa vida e sobre as consequências de nossas atitudes.

Há uma maneira, entretanto, de clarear a visão: fortalecer a nossa fé. É realmente entregar o controle remoto da nossa vida a Deus. É admitir que não temos – ainda – fé suficiente. E por não tê-la, somos pessimistas, ansiosos e fracos. Todas essas características prejudicam o nosso viver: deixamos de aproveitar o que temos para lamentar pelo o que perdemos. Vivemos pela metade, em busca de certezas, que nunca teremos.

Quando entregamos a Deus, ou qualquer força superior que você acredite, as coisas ficam mais leves, mais calmas, mais em paz. Desapegamos sobre o entendimento do passado e futuro em troca de viver aquilo que está a nossa frente. Nunca saberemos nossa missão por aqui, por mais que nos seja dado qualquer explicação, mas teremos a certeza que palavras podem não explicar, mas há algo além da travessia.

Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. (Provérbios 3:5-6)

_________

Bárbara Hellen é jornalista. Troca qualquer coisa por uma boa conversa, um bom livro ou um sábado na praia. Ela admite: é tagarela, cheia das opiniões, perfeccionista e organizada. Adora conversar sobre política, mercado de trabalho e religião. Otimista, crê que tudo vale a pena se a alma não é pequena.

_____________________________________________________________

Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do Site BH. Possibilitamos que o leitor conheça opiniões diversificadas sobre os assuntos em pauta nas mídias sociais. Sempre iremos expor visões diferentes para que o leitor se questione, questione o mundo ao seu redor e, principalmente, corra do senso comum. Quer ver o seu texto por aqui? Mande para redacaositebh@gmail.com

Seja o primeiro a curtir.

9 respostas para “Vida pós-morte”

  1. Que texto maravilhoso Bárbara! Cada dia surpreendo mais como suas lindas e doces palavras. Gostei muito, parabéns!

  2. Texto perfeito! Confiamos e acreditamos em Deus, mas não aceitamos a morte.como bem expressasse, queremos sempre achar um culpado, uma desculpa.E o que realmente precisamos é ter Fé! .

  3. Respeito quem não acredita, mas acho que saber que tem alguma coisa depois da nossa morte é o que acaba dando sentido para tudo o que fazemos aqui, em vida.

    Certa vez, li que o espírito possui um prazo de validade e é preciso um motivo para o corpo morrer quando vencido o prazo.

    Depois dessa frase, minha visão sobre a morte mudou e passei a não temer mais, mesmo sendo imensurável a dor da ausência da pessoa querida, pois é a lei natural da vida e, sim, vamos para um lugar muito, muito melhor.

    Texto maravilhoso!!!

    • Obrigada Paulinha

      É exatamente nisso que acredito, a vida depois daqui traz sentido a tudo que fazemos nesse plano. É desafiador realmente crer disso de coração, mas quando entendemos, nossa visão sobre nossas atitudes também se modifica. Beijos

  4. Que não nos falte coragem para se entregar, de todo coração, com fé, otimismo e com a certeza de que Deus está em nós, pois se fomos feitos à sua imagem e semelhança, a vida Nele é plena e não se finda!

  5. Como descordar de pelo menos uma linha desse texto? Maravilhoso!
    “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais Ele fará.” (Salmos 37.5)

Deixe uma resposta

*

ARQUIVOS

BH NO INSTAGRAM

FOLLOW @BARBARAHELLEN

BH NO FACEBOOK

www.000webhost.com