Foto Colunista

POR Andressa Valadares

Perdi o controle da minha timeline

Colunistas / 10.06.15

(Trilha sonora: Redemption Song – Bob Marley)

Estou há alguns dias tentando entender quando foi que começou esse ódio todo entre as pessoas. De repente, todo mundo passou a ter uma opinião imutável, um julgamento na ponta da língua e um total descontrole emocional quando vê suas ideias contrariadas.

Juro que, sempre que vejo alguém esbravejando no Facebook, principalmente em relação a temas “polêmicos”, consigo visualizar perfeitamente aquela pessoa espumando, feito cachorro com raiva, fuzilando o teclado com os dedos e com tanta raiva nos olhos que até o Godzilla sairia correndo.

Calma, parça.

Inocentemente, pensei que todo o engajamento virtual e as picuinhas na internet findariam ao fim das eleições do ano passado. A trupe do “vermelho” e a galera do “azul” voltariam a conviver em harmonia, amizades seriam retomadas e os níveis de civilidade voltariam às taxas normais. Ledo engano, a coisa piorou.

A polêmica mais recente, que transformou as redes sociais em verdadeiros ringues, foi a performance da modelo transexual Viviany Beleboni na última Parada do Orgulho LGBT em São Paulo. Crucificada, Viviany parece ter despertado o lado mais escuro do ser humano.

Não entro aqui no mérito de quem está certo ou errado, até porque acredito que, neste caso, não cabe à dicotomia. A grande questão é que, se eu não conseguia entender quando começou toda essa rivalidade, agora tenho certeza do momento exato em que ela atingiu seu ponto alto.

Percebi também que perdi o total controle da minha timeline e constatei que toda a bestialidade humana escorre, sobretudo, pelas redes e fios da internet. Há muito desisti de me meter em temas polêmicos. Encontrei no silêncio a melhor forma de preservar a minha sanidade e, ainda, o pouquinho de fé no ser humano.

Sentada nesta cadeira, fico observando esse monte de gente se ofendendo. Tsc. É realmente doloroso ver o tanto de tempo que se é desperdiçado proliferando, no lugar de ideias, uma dose cavalar de intolerância e agressividade. O debate interessante que poderia surgir desse momento acaba virando pó, se perdendo entre os horrores que você nem imaginava que poderiam sair da cabeça de alguém. Calma, meus amigos! O fim do mundo é outra coisa.

Ai, que tempos difíceis! Eu sei…

________________

Andressa Valadares é jornalista, repórter do jornal O Estado do Maranhão e socióloga de botequim. Acredita no delírio cultural em massa de que a aparente posição do sol, relacionada com as constelações, na hora do seu nascimento, de alguma forma afeta sua personalidade.

Facebook / Twitter / Instagram

___________________________________________________

Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do Site BH. Possibilitamos que o leitor conheça opiniões diversificadas sobre os assuntos em pauta nas mídias sociais. Sempre iremos expor visões diferentes para que o leitor se questione, questione o mundo ao seu redor e, principalmente, corra do senso comum. Quer ver o seu texto por aqui? Mande para redacaositebh@gmail.com

 

Seja o primeiro a curtir.

9 respostas para “Perdi o controle da minha timeline”

  1. tem certos comportamentos(picuinhas) na internet que sao ridículas

    • A maioria delas, na verdade. O ser humano parece estar, a cada dia, perdendo a capacidade de dialogar, ouvir e, sobretudo, conviver com ideias contrárias! É lamentável…

    • Desde as eleições, como você mesmo disse Andressa, as pessoas perderam (ou pelo menos estão expondo isso sem vergonha alguma) a capacidade de aceitar que somos diferentes e podemos pensar diferente. Não há nada de errado nisso! O errado é querer impor nossas opiniões aos outros e não dar espaço para aprender, pensar mais profundamente e ter nas ideias contrárias uma fonte de conhecimento.

  2. Triste mesmo! Desperdício de tempo e energia…

Deixe uma resposta para Arlan Azevedo

*

ARQUIVOS

BH NO INSTAGRAM

FOLLOW @BARBARAHELLEN

BH NO FACEBOOK

www.000webhost.com