Foto Colunista

POR Cristina Murillo

É preciso protestar, sim!

Colunas / 18.05.15

Brasileiro na rua não deve ser sinônimo só de carnaval. Nossa alegria peculiar não pode ser sinônimo de conformismo ou alienação.

Apesar de já terem acontecido em nossa história recente manifestações que levaram ao fim da ditadura e impeachment de um presidente, somos mais conhecidos pelas nossas festividades culturais do que por envolvimento na vida política do país. Mas, o descontentamento com os serviços públicos e com a corrupção se transformaram em estopim para externarmos nossos anseios enquanto cidadãos, verbalizando o que de fato queremos para o Brasil.

Iniciadas as manifestações  de maneira genérica, apenas como demonstração de insatisfação com a política nacional, os protestos foram se direcionando contra o partido ocupante do poder, principalmente em razão dos escândalos de corrupção envolvendo a Petrobrás e o alto escalão dos poderes executivo e legislativo do Brasil.

Os protestos populares são expressão democrática legítima,  mas frequentemente há aqueles que são afetados de maneira mais direta pelas mudanças que os protestos venham a trazer e , com isso, esses movimentos se tornam alvos das mais variadas críticas.

No entanto, não se pode negar que os movimentos iniciados em 2013 se revestem de uma espontaneidade e de uma indignação que transborda aos olhos de qualquer um, não havendo como desqualificar essa mobilização pela qual nossa sociedade passa.

Nem só a rua tem sido palco de manifestações. O mundo virtual tem papel fundamental nas discussões políticas, pois  nele abre-se uma gama de informações e debates de ideias para que cada um de nós se posicione politicamente e se torne cada vez menos suscetível a teses e críticas sem fundamentos.

Independentemente de conseguir tirar esse ou aquele partido político  de cena, ou de  conseguir a aprovação desta ou daquela lei,  os protestos representam um grande avanço por conseguir mobilizar pessoas das mais variadas classes sociais, fazendo que  despertem para a vida política do país, para que os cidadãos tenham uma visão mais crítica da realidade que se apresenta à sua volta e lutem para que as mudanças necessárias efetivamente aconteçam.

________________________

Maria Cristina Lobato Murillo é bacharel em Direito, pós-graduada em Processo Civil, Promotora de Justiça do Estado do Maranhão.

_____________________________________________________________

Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do Site BH. Possibilitamos que o leitor conheça opiniões diversificadas sobre os assuntos em pauta nas mídias sociais. Sempre iremos expor visões diferentes para que o leitor se questione, questione o mundo ao seu redor e, principalmente, corra do senso comum. Quer ver o seu texto por aqui? Mande para redacaositebh@gmail.com

Seja o primeiro a curtir.

Deixe uma resposta

*

ARQUIVOS

BH NO INSTAGRAM

FOLLOW @BARBARAHELLEN

BH NO FACEBOOK

www.000webhost.com